sexta-feira, 23 de maio de 2008

Maio sem Ti
É noite, mas clara
Há cores no céu sem definição
e uma única estrela
Um avião (TAGG) que vai aterrear...
5ªa feira
o CÊ da Lua ao contrário
Um copo de cerveja, já no fim
Uma carta no muro para mim
Um banco, uma caneta, um bloco...
Está calor
Eu estou só, nesta Paz, nesta Calma, nesta Melancolia...
E penso em ti.
Maio/1993

2 comentários:

Tiago' disse...

Olá, Dona Graça! Daqui é o Tiago =D

Adorei o poema, e é curioso porque foi feito no mês e no ano em que nasci ;)

Vou ficar atento a novidades no blog :)

Tiago'

t i a g o . disse...

Passo para desejar um feliz Natal para ti e para os teus familiares e amigos! :)

Tiago